7 de mai de 2009

Quando não levam Maomé à montanha, a montanha vai a Maomé.

Diante do grande número de pessoas que tem acessado este blog, informo que muitos outros textos, sobre a capoeira angola, estarão sendo publicados num espaço de tempo o mais breve possível. Observo que estou conseguindo permutar conhecimento com quem quer mais do que, simplesmente, jogar capoeira mas complementar esta capacidade com outras vertentes realmente indispensáveis.

Mestre Moraes.

4 comentários:

  1. Salve Mestre! Obrigado pela sua dedicacao e difuçao do material para uma maior preservaçao.
    Camungere@hotmail.com
    Argentina.

    ResponderExcluir
  2. Brigado Mestre!!! É super importante esse trabalho que o senhor esta fazendo!!! Como sempre, demonstrando o que é ser um "Mestre" de capoeira! Valeu! Axé!

    ResponderExcluir
  3. Mestre não o conheço pessoalmente porém, como angoleira do Rio de Janeiro o tenho também como referencia de Mestre de Capoeira Angola que tem lutado para preservá-la. Tenho certeza que para a Capoeira e principalmente para nós capoeiristas, conhecer e receber informações sobre a nossa arte com a experiência e sabedoria que o senhor tem para nos dar é um ganho incalculável. Espero jogar capoeira com o senhor em breve.
    Érida ( Aluna do Contra Mestre Urubu)

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!