7 de mai de 2009

Homenagem do mês: Mestre Totonho de Maré

Mestre Totonho de Maré, Antonio Laurindo das Neves, nasceu em 17 de setembro de 1894 na Ilha de Maré, localizada na Baía de Todos os Santos em Salvador. Filho de Manoel Gasparino Neves e de Margarida Neves, faleceu em 18 de outubro de 1974, aos 80 anos. Mestre Maré foi um dos fundadores da famosa Gengibirra ao lado de importantes figuras da Capoeira Angola como Mestres Noronha, Amorzinho, Aberrê, entre outros. Foi muito respeitado nas rodas de capoeira e costumava cantar uma quadra que indicava o lugar privilegiado que ocupava na capoeira angola. Mestre Maré utilizava a expressão “galanteria da capoeira” quando se referia aos antigos mestres da capoeira baiana.

Quem quer saber do meu nome,
como foi dado na pia*
me chamo Maré sem medo,
e sou da galantaria.

*O mestre se referia a pia batismal.

Fonte: Arquivo particular de Jair Moura.

11 comentários:

  1. Obrigado mais uma vez mestre por dividir seu conhecimento conosco. abraço e Ngungo.

    ResponderExcluir
  2. Mestre!

    Muito bom! Por favor, continue nos apresentando nossa ancestralidade. É uma oportunidade que temos de conhecê-los e apresentá-los aos alunos mais novos do grupo.
    Abraço
    David

    ResponderExcluir
  3. Mestre!

    Por favor, nos fale um pouco sobre a história do famoso espaço da "Gengibirra".
    Abraço
    David

    ResponderExcluir
  4. Mestre Moraes,

    Acabo de conhecer seu blog, meu nome é Dinah sou argentina e pratico capoeira angola. Alem disso faco a revista de arte e cultura afro Quilombo! www.revistaquilombo.com.ar, invito a voce conhecer nosso trabalho.
    O brigada, abraco!

    Dinah (quilomboredaccion@gmail.com)

    ResponderExcluir
  5. Salve Mestre Moraes,
    Estou procurando o site do GCAP e não estou encontrando. Sem dúvida alguma, todos os visitantes deste blog adorariam ver a página do grupo por aqui, saber mais sobre o que está se passando nesta terrinha abençoada e quem são, verdadeiramente, seus atuais alunos.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Acho muito bom trazer à mesa vários mestres que formam parte da historia da nossa arte que muitas vezes é limitada às figuras do M. Pastinha e M. Bimba.

    É sempre bom lembrar que as rodas no passado, também tinham mais do que dois capoeiristas e um berimbau...

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Mestre .
    Nós do Projeto Camaradinha participamos da sua palestra aqui em Fortaleza,com certeza saimos com uma visão mais panorâmica do ritual da capoeira Angola.
    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  8. Aqui tem um entrevista do Mestre Maré
    http://www.capoeira-infos.org/personnages/mestres/mare.html

    ResponderExcluir
  9. Ola mestre
    Meu nome é francisco
    Gostaria de saber oque era gengibirra?
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Ola mestre Moraes swmpre acompanhei seus trabalho, embora é muito imprtante para nós capoeristas mais novos conhecermos a volor dos grandes mestre que viveram na epoca de Pastinha, pois o mestre Maré é uma das grande figuras nesse cenário da capoeira angola.
    parabêns mestre.
    P

    ResponderExcluir
  11. Parabéns mestre, gostei muito do blog, pois é dessa forma que podemos divulgar nossa arte genuinamente brasileira, aqui fazemos um pequeno trabalho em prol da capoeira e voçês podem acessar nossa simples e humilde trabalho www.capoeiraessenciabr.jimdo.com ou pelo o whatsapp 082 99674-7040

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!