31 de jan de 2010

Programação atualizada GCAP 30 anos

De 4 a 7 de fevereiro de 2010


Quinta-feira
17:00 h - Credenciamento
19:00 h - Homenagem ao Mestre João Pequeno.
Mesa redonda" A capoeira na atualidade" - participação de Mestres de Capoeira renomados da Bahia
Lançamento do novo CD do Mestre Moraes Título: “ Meu viver”

Sexta-feira
9:00 h às 11:00h
Oficina de capoeira
14:30 às 16:30h
Besouro Mangangá: mito e realidade. De Santo Amaro para o mundo. Palestrante: Prof. Dr. Antonio Liberac C. Simões Pires- UFRB
17:00h – 18:00h
Roda orientada: aspectos ritualísticos ( Mestre Moraes)
19:00h – 21:30
Roda de capoeira ( restrita aos inscritos na oficina e aos mestres convidados )

Sábado
9:00 às 11:00
Oficina de capoeira
14:00 às 15:30h
Papoeira com Mestre Moraes, Mestre Jair Moura e Mestre convidado ( aluno de Mestre Pastinha) – tema livre
16:00 às 17:00
Oficina de capoeira ( ritmo)
17:30 às 19:00
A Saga do Mestre Bimba. Palestrante: Mestre Itapoan.
19:30 às 21:30
Roda de capoeira ( restrita aos inscritos e aos mestres convidados)

Domingo
9:00h às 11:00h
Roda de encerramento aberta
12:00
Feijoada para os inscritos e convidados.

Exposição fotográfica durante o evento.

Inscrições e informações através do e-mail gcap30anos@yahoo.com.br

6 comentários:

  1. Oi Mestre Moraes,
    Estou tentando entrar em contato a respeito de um documentario sobre cultura africana na America do Sul.
    Nao sei se recebeu meu email pois estao voltando.
    Por favor entre em contato
    raquel.alvarez@walltowall.co.uk

    Muito obrigada
    Raquel

    ResponderExcluir
  2. Boa sorte Mestre, muita paz e saúde para todos ai da Bahia!

    Axé

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. FELIZ CUMPLEAÑOS DE UNA ADMIRADORA DE BUENOS AIRES ARGENTINA!!!

    ResponderExcluir
  5. Boa sorte Mestre. Saúde e felicidades.

    Edson.
    Fortaleza - Ceara

    ResponderExcluir
  6. pequena avaliação do evento (como pedido, estarei deixando a postagem de forma anônima; e peço a compreensão por não ter entregue nenhuma escrita - pelo simples motivo de não ter papel e caneta disponível, nem tempo suficiente entre um dia e outro para consegui-los):


    o ponto mais forte do evento, sem dúvida, foi a presença dos mestres - esta troca é muito boa e marcante para qualquer capoeira que se preze;

    achei que o evento teve um planejamento ideal muito bom, com uma flexibilidade real talvez excessiva: tanto nos horários como nos "conteúdos". Muita coisa coisa mudou muito rápido (como os movimentos pela manhã ou a ausência da -imprescindível- oficina de música/canto);

    não houve revezamento na bateria, a ampla presença era sempre do GCAP, com algumas intervenções não muito cortesâs impedindo que outras pessoas assumissem o ritmo;

    a equipe GCAP realmente é boa de trabalho, mas muitas vezes é muito rude e pouco amorosa em seus gestos e palavras, com pessoas da capoeira e também de outras afins;

    gostaria de ter comprado muitas coisas, mas não comprei nada pelo preço, que está um tanto acima do padrão mediano econômico brasileiro, em outras palavras, para mim tava caro, infelizmente. Assim como as mensalidades de capoeira angola, um tanto onerosas...

    por enquanto, é isso, se lembrar de algo volto a postar!
    obrigado!

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!