5 de mar de 2011

Esperando a quarta-feira de cinzas.

video

Rachel Sheherazade

7 comentários:

  1. E agora José? Fundamentado e tudo. Ajustando alguns termos e situações abarca muitas outras realidades. Neste cotidiano enlouquecido baseado na presa pra coisa nenhuma, pode piorar.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mestre!
    Verdades como essas é que precisamos divulgar.

    ResponderExcluir
  3. Bloco com corda,acorda, discorda.

    O carnaval é do povo?

    ResponderExcluir
  4. O carnaval era festa do povo? Era!
    Mas olhes negros sofrendo de novo!
    Brancos em cima Negros em baixo ainda é normal,natural bem-vindo ao Brasil colonial.
    Racionais Mc's.

    ResponderExcluir
  5. Nós alunos do mestre Moraes, estamos sempre sendo incentivados a pensar e agir de forma crítica, pois aprendemos que dessa forma podemos promover as atitudes revolucionárias na sociedade. Só para demonstrar, o link mostra um texto que uma pessoa desconhecida fez ao ver uma faixa idealizada por mim para o carnaval 2011, no cicuito Barra-Ondina. http://territoriosexistenciais.blogspot.com/2011/03/nao-poe-corda-no-meu-bloco.html

    ResponderExcluir
  6. Boa noite, ahi Mestre Moraes, saludo por segunda oportunidade. nao sou brasilero, mais a noticia sempre e pra mim muito dolorosa e indignante. nao sò em brasil , nao sò em carnaval, Em tudo el mundo!!!! aqui, en Perù, faz tambein eso en cuanto a deportes.
    indignante mesmo. mais e hora jà de encontrar uma solucao. esso, nao e coisa de falar: rasscismo ou clasissismo... e pra olhar a vida humana todo o povo e um!!!

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!