19 de ago de 2009

A luz no fim do túnel volta a acender.

Foi publicado, no dia 07/08/09 no Diário Oficial do Estado da Bahia, o meu nome como representante dos mestres de capoeira, do Forte da Capoeira, junto à Secretaria de Cultura- SECULT, e já participei da primeira reunião da comissão. Por sinal, muito produtiva.
Após a publicação do texto com o título "Não estamos para brincadeira", tive uma conversa com o Sr. Magno Neto, gestor do Forte, e cheguei à conclusão de que o mesmo não era o culpado pelos fatos que deram lugar às críticas feitas por mim no artigo supra-citado. Dentre outros, a prática de atividades por grupos estranhos ao Forte sem o aval da administração.Diante disso venho a público pedir-lhe desculpas por ter citado o seu nome indevidamente.Não houve precipitação da minha parte, mas a certeza de que coisas do tipo, em tese, não poderiam estar acontecendo sem o conhecimento do gestor.O pedido de desculpas é prova da consciência em mim de que o conflito não justifica a injustiça ou o desrespeito.

Mestre Moraes.

9 de ago de 2009

Roda em homenagem ao dia dos pais.

Família GCAP

No último sábado, dia 8 de agosto, a tradicional roda de capoeira do GCAP homenageou o dia dos pais. No costumeiro bate papo que acontece todos os sábados, após a nossa roda, o Mestre Moraes destacou a importância da família na formação dos filhos relacionando-a com a ligação entre mestre e aluno no processo de ensino e aprendizagem da capoeira.








Jogo: Mestre Moraes e sua filha Dalila

8 de ago de 2009

Não estamos de brincadeira.

Caros companheiros,

Continua o desrespeito da SECULT ( Secretaria de Cultura do Estado da Bahia) para com os mestres de capoeira sediados no Forte Santo Antônio. Tal comportamento passa pelo não cumprimento de acordos firmados em reuniões entre o Sr. Magno Neto, enquanto representante da SECULT, e os mestres residentes. O Sr. Magno Neto tem tentado nos enganar representando uma falsa imparcialidade ao fazer de conta que está entendendo os nossos pleitos, mas de repente mostra para o que veio. Fui eleito representante dos mestres, com maioria dos votos, para compor a comissão que estruturará o quadro diretor do Forte da Capoeira, mas até agora não foi publicado no Diário Oficial do Estado a minha nomeação para que eu possa atuar como tal. Além de outros problemas que, claramente, conotam falta de seriedade na relação. Tentaremos marcar uma reunião extraordinária com o Sr. Magno para decidirmos por uma relação que prime pela seriedade. Insistimos em não querer acreditar que à SECULT, na pessoa do Sr. Magno, só interessa o conflito.

Mestre Moraes.

2 de ago de 2009

Pensamento do mês.

Na luta por direitos, não serão laureados pela história aqueles que preferiram o conforto e a conveniência ao embate contra a opressão.

Mestre Moraes.