19 de ago de 2009

A luz no fim do túnel volta a acender.

Foi publicado, no dia 07/08/09 no Diário Oficial do Estado da Bahia, o meu nome como representante dos mestres de capoeira, do Forte da Capoeira, junto à Secretaria de Cultura- SECULT, e já participei da primeira reunião da comissão. Por sinal, muito produtiva.
Após a publicação do texto com o título "Não estamos para brincadeira", tive uma conversa com o Sr. Magno Neto, gestor do Forte, e cheguei à conclusão de que o mesmo não era o culpado pelos fatos que deram lugar às críticas feitas por mim no artigo supra-citado. Dentre outros, a prática de atividades por grupos estranhos ao Forte sem o aval da administração.Diante disso venho a público pedir-lhe desculpas por ter citado o seu nome indevidamente.Não houve precipitação da minha parte, mas a certeza de que coisas do tipo, em tese, não poderiam estar acontecendo sem o conhecimento do gestor.O pedido de desculpas é prova da consciência em mim de que o conflito não justifica a injustiça ou o desrespeito.

Mestre Moraes.

6 comentários:

  1. Prezado Mestre,

    Quiça um dia, duvido; possa, de fato, saber quem te escreve... entretanto, é necessário tanto quanto imprescindível, (tamanha habiliadade de vossa parte, em ser tão brilhante mente eloqüente)... escrever-te e, parabenizá-lo por tão bela réplica naquilo que somente nós, mandigueiros, sabemos ser o que de fato é... Parabéns. Que a Capoeira Angola seja , de fato, representada naquele que passa e passa despercebido... Axé!

    Ass: "a brisa que toca seu rosto..."

    ResponderExcluir
  2. Mestre!

    Percebo também a luz no fim do túnel, a Capoeira está muito bem representada no seu umbigo corporal.Podemos sentir um fortalecimento que se reflete por todo o corpo.Até nos que estamos escondidos no interior do Vale do Paraíba sentimos o fortalecimento e estamos a disposição do senhor nessa luta.
    Abraço
    David

    ResponderExcluir
  3. oi mestre meu nome e julio cesar nos ja nos conhecemos mais acho q o ser ñ vai lembrar de mim,na verdade eu queria uma informaçao meu filho esta morando em salvador e eu por ser fa do sr e seria muito do meu agrado q se fosse possivel ele tivesse aulas com o sr, a pergunta e como se poderia ser feito como funciona o sistema de aulas menssalidades? meu email e julio_capoeira@hotmail.com desdeja sou muito grato um abraço

    ResponderExcluir
  4. ...não saberia mensurar o valor da paciência para o velho africano que contempla o Baobá em uma manhã silenciosa.

    "..."

    ResponderExcluir
  5. Prezado Mestre,

    Raros são os momentos que um cidadão compreende que os erros são parte do aprendizado da vida. Aqui mostrastes isso.

    E como participante dessa arte, digo:

    Sucesso e parabéns!

    Atenciosamente,

    Sergio Bispo de Oliveira
    São paulo, SP, 10/09/2009.
    sbispo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Ola Mestre,sou praticante da arte tambem no Estado de SP.Admiro muito o seu trabalho e a sua personalidade,penso que poderei conhecer o senhor em algum evento proximo.
    Muito Obrigado pela atençao e fique com Deus.

    Thiago Solano
    tgosol@hotmail.com
    Sao Paulo,SP,14/09/09

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!