11 de jun de 2009

Uma luz no fim do túnel.

Em matéria publicada no jornal A TARDE, (10/05/09), comentei sobre a situação triste em que se encontra a capoeira na Bahia. Essa situação só será sentida por aqueles que vivem a capoeira holisticamente e, mais uma vez, a energia dos nossos ancestrais mostrou a sua força em favor dessa manifestação. Conversas já estão acontecendo entre os mestres e a gestão do Forte da Capoeira com o objetivo de, em conjunto, criarmos estratégias que tornem a capoeira e os seus mestres reconhecidos e respeitados naquele espaço, o que não vinha acontecendo nos últimos dois anos. Ainda é muito cedo para afirmarmos que isso seja um jogo entre malungos, mas estamos preparados para, se necessário for, voltarmos ao "pé do berimbau" para reinício do jogo.
A capoeira vem resistindo a todas as formas de intervenção patrocinadas pelos poderes governamentais porque só nós, capoeiristas, sabemos como salvaguardar os elementos que caracterizam essa manifestação como um instrumento de luta do proletariado.
O comportamento do capoeirista é, em muitos momentos, errôneamente, interpretado como simples radicalismo ou como uma reação espasmódica da revolução. Isso se dá pelo fato de muitos não terem conhecimento de que capoeira é dotada de elementos que extrapolam o simbolismo do folclore e de outras vertentes de fácil controle. Entretanto a capoeira, em todos os momentos da sua história, nunca desdenhou de parcerias mas reagiu sempre que se sentiu ameaçada por qualquer forma de intervenção.
A defesa deste legado, deixado pelos antigos mestres, está em nossas mãos e devemos fazê-la de forma que eles, onde estiverem, sintam-se orgulhosos de nós.

2 comentários:

  1. Mestre,novamente, estou aqui para dar uma sugestão:acho que um breve histórico sobre as relações conflituosas que se travaram dentro do Forte,contra o poder governamental, nos levaria a compreender de forma mais concisa esta "luz no fim do túnel".

    ResponderExcluir
  2. Se Maomé não vai a montanha, a montanha vai a Maomé?
    Vídeo Youtube Mestre Moraes e Carlão - quase 180.000 vizualizações
    Discussões do Mestre Moares - quase 30 comentários

    quem é Maomé?
    quem é a montanha?
    quem são nós?
    quem são eles?
    capoeiristas, angoleiros, proletários, negros, verdade?
    dança-luta-jogo ganha ganha o jogo?

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!