3 de jun de 2009

Mais uma ladainha para reflexão.

IRMANDADE

Sabiá voou da mata(bis)
Prá fugir do gavião
Gavião ficou perdido
Sem saber da direção
Perguntou ao papagaio
Que logo falou: não digo!
Amigo da mesma laia
Não ajuda a inimigo
Quanto mais se observar(bis)
Que também corre perigo
Mas não tava muito longe
A danada traição
Pato pra se proteger
Colocando condição
Entregou o sabiá
Sem dó e sem coração
Sinto dor dentro do peito
Quando vejo hoje em dia
Tanto pato e gavião
Numa mesma moradia.

8 comentários:

  1. Gostaria muito de ver a música Ancestralidade deste mesmo CD.
    Parabéns pelo blog...
    Axé.

    ResponderExcluir
  2. Mestre, essa ladainha fala tudo que acontece hoje em dia na capoeira em relação a amizade que foi traída.

    Deputado Senzala

    ResponderExcluir
  3. É até engraçado, pato me faz imaginar alguém que está jogando capoeira com um mestre muito experiente e começa a pensar que tem asas para voar, e acaba "tomando uma ruim"... Por que será que se usa o termo: cair como um patinho? AXÉ

    ResponderExcluir
  4. sou aluno do grupo de capoeira redimidos de curaça-Ba na bahia gostei demais dessa ladainha.

    ResponderExcluir
  5. Salve Camaradas !!

    Sou o Mestre Duda do Grupo de Capoeira Filhos de Aberrê de São Paulo.

    E realmente esse ladainha se enquadra em varias situações na capoeira e também na vida pessoal, infelizmente sempre vai ter um PATO boca aberta para entregar e fazer fofoca.

    AXÉ !!

    ResponderExcluir
  6. Essa Ladainha mostra como o jogo de Angola prepara a gente pra sobreviver nesse mundo - já passei tantos momentos pensando nela - muito forte - quero saber como essa obra nasceu... obrigado da Alemanha

    ResponderExcluir

Ao deixar um comentário escreva seu nome e seu e-mail. Ajude-nos a fortalecer nossa rede de contatos!