28 de set de 2010

Por quê Estatuto?

Penso que o governo deveria, antes de fazer lançamento de editais, orientar os mestres ou seus representantes quanto aos trâmites a serem seguidos para participar do processo. A propósito,uma das exigências constantes nos editais para captação de recursos é que a entidade esteja registrada em cartório e possuidora do seu respectivo CNPJ, além da burocracia das prestações de conta caso venha a receber alguma quantia.
Em resumo, se já é difícil para quem está regularizado, imaginem para quem não está.

Mestre Moraes.

27 de set de 2010

Caros malungos, acordemos!!!!!

Atribulado com atividades que têm me impedido de escrever para os mais de 60.000 visitantes deste blog não poderia deixar, neste momento de suma importância para todos nós cidadãos brasileiros, de cunhar a minha opinião quanto ao processo político que ora vivemos.
Acredito que nós, capoeiristas, precisamos estar atentos para os jogos que acontecem fora da roda de capoeira que é para não cairmos para quem nunca ouviu nem o som de um berimbau. Tenho observado que, de repente, os poderes públicos começaram a se preocupar com a capoeira e os capoeiristas, mas nada que realmente me convença. As coisas têm acontecido de forma que os indesejáveis não participem para que não atrapalhem com questionamentos que com certeza estimularia reações nada agradáveis.Numa reunião, ouvi da boca de um aluno de Mestre João Pequeno que neste governo as coisas melhoraram bastante para a capoeira e os capoeiristas e deu como exemplo os vários editais que têm sido lançados para captação de recursos, mas esqueceu que são poucos os capoeiristas em condições de redigir um projeto que atenda à complexidade das exigências contantes nestes editais. Observem quem são os beneficiados!!! Coincidentemente, o Mestre João Pequeno é um desses mestres de capoeira que ainda não teve a oportunidade de ser beneficiado por um desses editais, apesar do que representa para a capoeira e ter um aluno que observa as facilidades nessas "melhoras". Inclusive, nem o Estatuto da sua academia foi redigido até hoje, segundo informações que me chegam. E A APOSENTADORIA DOS VELHOS MESTRES, CADÊ GENTE?!!!!! Só história pra boi dormir.
Fui convidado informalmente para participar do PRO-CAPOEIRA mas não pude atender o convite por estar viajando na mesma data do evento e ofereci-me para viajar para um dos próximos encontros mas fui informado, agora formalmente, de que a cota de passagens já se tinha sido esgotada.Quando falo de capoeira, o meu partido é aquele que realmente respeita a história dos nossos ancestrais(Mestres Bimba, Pastinha, Valdemar, Cobrinha Verde e tantos outros) que viveram essa mesma demagogia que estamos vivendo hoje. A repressão à capoeira só mudou de forma: antes era através da polícia, hoje se utilizam da nossa esperança de querermos ver a capoeira no patamar que ela realmente merece. Precisamos mostrar que não existem mais nem Guaimuns e nem Nagôas, mas capoeiristas que não aceitam mais que outros mestres venham ter o final que tiveram os mestres supracitados. Por exemplo, envidemos uma luta para que o Mestre João Pequeno não seja o próximo. Vamos pensar e indicar um capoeirista que nos represente nesses encontros, mas que não esteja interessado só em viajar, mas preocupado com o futuro da capoeira e dos capoeiristas. Em alguma oportunidade já disse que, na Bahia, a capoeira vive, hoje, o seu pior momento. Na roda de capoeira, quem joga o tempo todo com o mesmo parceiro não adquire experiência para outros jogos.

MESTRE MORAES.


.

17 de set de 2010

EVENTO DO GCAP 2011


I
Ê, DÁ VOLTA AO MUNDO: A CAPOEIRA ANGOLA NA ATUALIDADE


De 9 A 13 de fevereiro de 2011

Local: GCAP - Forte de Santo Antônio Além do Carmo - Salvador - Ba.

Em breve divulgaremos a programação.